26 de set de 2012

Cabelos na Gravidez...

Cabelos na Gravidez!!!

Em minhas andanças pela internet em busca de informações sobre gravidez, fui pesquisar o que acontece com nossos cabelos durante e após a gestação...
Vou colocar pra vcs aqui no blog, o texto na íntegra, retirado do site www.bebe.abril.com.br... Em momento algum quero me apropriar do texto de autoria de outra pessoa, apenas estou compartilhando aqui com vcs o que descobri... hehehe... no site tem muuuitas coisas legais... vale a pena conferir... fica a dica pra vcs!!

Cabelos em transformação

Michelle Veronese

Durante a gravidez, os fios crescem, crescem... e não caem! Saiba o que está por trás desse efeito, que deixa a cabeleira mais volumosa e bonita

Cabelo reluzente, lindo e volumoso não é vantagem de quem acabou de sair do salão. É sim uma espécie de privilégio natural de muitas grávidas. "A explicação está nos hormônios femininos", revela o dermatologista Valcinir Bedin, presidente da Sociedade Brasileira para Estudos do Cabelo, em São Paulo. Durante a gestação, o estrogênio e a progesterona aumentam na circulação sanguínea e afetam os folículos capilares, causando uma verdadeira revolução no comportamento dos fios. A oleosidade e a queda diminuem, já que estão associadas aos hormônios masculinos e esses, por sua vez, sofrem uma redução. Por isso, nesse período, a mulher tende a ficar com fios mais sadios e bonitos, afirma.

O ciclo de desenvolvimento do cabelo também é afetado ao longo da gravidez (acompanhe no infográfico abaixo). Os fios ficam a maior parte do tempo na fase de crescimento, chamada anágena, conta a dermatologista Lúcia Arruda, do Hospital das Clínicas da Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Isso significa que eles crescem, crescem e não se desprendem do couro cabeludo. Daí, o aspecto volumoso. Só que ele tem os dias contados após o parto.

Cerca de quatro meses depois de o bebê nascer, os hormônios voltam ao que eram e avisam aos fios que resistiram que é hora de despencar para dar lugar a novos cabelos. Eles vão embora em grande quantidade, principalmente no banho e na escovação e depois de receber um empurrão extra da água e do pente. Esse período é chamado de eflúvio telógeno e costuma assustar algumas mulheres, que correm ao médico, achando que estão com um problema, conta Lúcia. Não há motivo para preocupação, afinal é um processo natural. Depois de semanas, tudo volta ao normal.

Nenhum comentário: